São dezesseis anos de existência com objetivos muito claros: ajudar empresas na busca incessante por conhecimento em gestão de risco e solução de crédito. Quando a GoOn surgiu, em 2002, o mercado do crédito ainda patinava no Brasil. Havia uma carência muito grande de conhecimento. A GoOn apareceu para subverter, revolucionar um nicho que clamava por inovações e metodologias. E o resultado de tanta ousadia foi quase que instantâneo: trouxemos uma nova forma de olhar e trabalhar o ciclo do crédito. Implantamos este ciclo Brasil afora e, por último, criamos os pilares de risco – uma forma clara e cristalina de enxergar as etapas do crédito de forma estruturada, com um pensamento estruturado. A GoOn trouxe muita luz a questões que, até aquela época, vagavam em um cenário de total escuridão: como estabelecer uma relação de confiança com o cliente? Como criar uma conexão de fato com o cliente por meio do crédito? A GoOn, acima de tudo, mostrou que o mercado não deveria se restringir à prática do tomar/emprestar dinheiro. Crédito é uma ferramenta social importante e, por isso, deve ser olhada e tratada com carinho e cuidado.
Crédito humanizado
Com o novo olhar sobre o crédito, muitas empresas se lançavam ao mercado de forma ávida. Só que, no meio do caminho, como diria Drummond, havia uma pedra: a cobrança. Naquela época, poucos gestores ainda enxergavam o verdadeiro propósito do setor: em vez de conjugar o verbo COBRAR, que tal RECUPERAR o cliente? A GoOn humanizou uma área até ali mecânica. Deu vida a processos e ferramentas. O conceito de score, por exemplo, começou a ir além de uma base de dados atualizada. Ele tem que funcionar na prática para as PESSOAS e os SERES HUMANOS. O crédito preenche necessidades humanas – e elas nem sempre são autênticas. Às vezes, falta consciência financeira. Às vezes, educação para lidar com o dinheiro. As empresas demoraram a entender que o inadimplente de hoje pode ser o grande cliente de amanhã. Por que não ajudá-lo a sair da lama da inadimplência e do caos financeiro?
Canais de conhecimento
Como ampliar tanto conhecimento? Como transmitir tudo o que tínhamos para falar, contribuir e trocar? O Brasil era carente de eventos de crédito. Praticamente, não havia nenhum. A GoOn com esta mania de inovação criou o GoOn Fair – um evento moderno, original e diferenciado, com muitos insights e novas formas de olhar para todas as questões do crédito. Promovemos também o Worklab, um laboratório de discussões e eventos do Varejo. Sem contar o primeiro Encontro do Grupo Melhores Práticas em Crédito: uma reunião que nasceu virtualmente, em um grupo de WhatsApp, e que se transformou em um fórum com 42 profissionais de 24 empresas.
Hard Skills e Soft Skills – a junção do futuro
A GoOn simboliza tudo o que há de moderno e novo no mercado do crédito. A gente propõe um desafio: tente encontrar alguma empresa (se é que há alguma) que consiga aliar tão bem o conhecimento técnico e humano? Trabalhamos em duas frentes , com conteúdo de hard skills (tecnologia, teoria, contextos técnicos, analytics) e de soft skills (modelos mentais, culturas das empresas, tomada de decisões).
Oferecemos um leque completo ao cliente: teoria, técnica, modelo de pensar, ferramentas de autoconhecimento, de empoderamento, de colaboração e cooperação.
É o que a gente chama de trilogia da eficiência: como eu tomo uma decisão baseada no propósito, no conhecimento e no poder de agir? Uma ferramenta poderosíssima, capaz de elevar o grau de produtividade, de consciência e de trazer um impacto positivo para a sociedade.