Já virou um slogan, um lema, uma espécie de mantra da GoOn: em um mundo cada vez mais tecnológico e automatizado, o diferencial é investir no capital humano. Muitos chefes e funcionários erram na premissa básica de concluir que o único investimento válido é o financeiro – o tradicional aumento de salário e dinheiro na conta. Gestores e colaboradores trabalham com uma perspectiva bem mais valiosa que engordar o saldo bancário e vão além: trocar informações e gerar conhecimento é a melhor forma de promover uma verdadeira transformação no seu time, na sua equipe. O homem, como pregava a filosofia grega, é um animal político por natureza. Precisamos viver em sociedade. Mais do que isso: necessitamos COMPARTILHAR NOSSAS IDEIAS.
O encontro
Na era da pós-verdade, da disseminação irresponsável das fake news, a credibilidade é fundamental. A GoOn reuniu no último dia 24/09 – profissionais de diversos segmentos do varejo e cartão de crédito. O primeiro Encontro do Grupo Melhores Práticas em Crédito, reuniu pessoas que já compartilhavam experiências, números e dados por meio de um grupo concebido virtualmente no WhatsApp. Decidimos ir além e dar um passo mais corajoso ainda: olho no olho! Foram quatro horas de insights e troca de ideias, com 42 profissionais envolvidos de 24 empresas. Gente que deixou para trás aquele pensamento antigo e competitivo de que as organizações não devem dividir e partilhar o que sabem. Ledo engano. Nada é tão moderno quanto se ABRIR PARA O MUNDO. A GoOn foca nesta ideia de mente e coração abertos: há uma grande e verdadeira TRANSFORMAÇÃO que SÓ O ENCONTRO HUMANO pode gerar.
Evoluir é confiar
A reunião revelou, com muito sucesso, uma filosofia clássica da GoOn: CRÉDITO é CONFIAR no ser humano. E confiança pode ser traduzida de diversas formas: na CORAGEM das empresas de compartilharem seus dados e experiências. Na CONEXÃO que pode levar as melhores práticas em relação ao crédito. No APOIO MÚTUO que provoca modificações grandiosas em todo o mercado. E na SOLIDARIEDADE de perceber que, juntos, fica mais fácil buscar as situações e saídas que levam aos grandes negócios.
Quando dezenas de profissionais – despidos do ego e da competitividade – resolvem dividir conhecimento, o saldo é sempre auspicioso: foram quatro rodadas de discussão que resultaram em mais de 70 práticas positivas e 40 negativas para o mercado de crédito.
E fica aqui uma reflexão: busquem outros parceiros, promovam a confiança nas pessoas para que todos nós possamos ACREDITAR e criem a ideia de GRUPO. Muita coisa está prestes a surgir. Unidos, podemos desbravar este universo novo e pouco (ou nada) conhecido.